quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Próximos eventos

No próximo mês, teremos um estágio nacional, que será o último do ano.
Este estágio realizar-se-á no Pavilhão Desportivo Galp Energia, na Cidade Vila Nova de Santo André, a convite do Saito Aikidojo, cujo dojocho é o António Miguel Serra, 5º Dan, shihan-dai.

Como é costume, pode-se dormir no dojo, embora seja melhor contactar o mestre Serra para saber mais pormenores através do saitoaikidojo@hotmail.com. Também, caso queiram dormir em hoteis ou pensões, perguntem aos membros deste dojo para vos ajudarem a conseguir um alojamento de acordo com os vossos desejos.

O estágio será nos dia 6 e 7 de outubro e começa às 09h30 da manhã do dia 6, terminando às 12h30 do dia 7.

Como sempre haverá convivio à hora do almoço e do jantar, no próprio dojo, para o qual todos contribuirão.

O preço é de 35€ para sócios da APASD (trazer o passaporte de aikido) e de 45€ para não-sócios.
Não esquecer:

  1. keiko gi,
  2. hakama para cintos negros
  3. tenugui
  4. sapatos para treino fora
  5. jo, bokken e tanken





Este estágio será o primeiro dirigido por Waka sensei, Morihiro Saito, na América Latina. Um estágio a não perder.
Alguns pormenores sobre este evento:

*Sexta feira, 12 de outubro* 
Inscrições: 15:00-16:15

Keiko 1:   16:30-17:30
Keiko 2:   17:40-18:40

*Sábado, 13 de outubro*:

Keiko 3:  9:45-10:45
Keiko 4: 10:50-11:50

Fotografías: 12:00

Keiko 5: 15:45-16:45
Keiko 6: 16:55-17:55

Jantar de confraternização
20:30 hrs

*Domingo, 14 de outubro*:

K. especial:  9:45-10:45 

Keiko 7:  10:50-11:50
Keiko 8:  12:00-13:00







Estágio Internacional com Waka Sensei, Morihiro Saito, em Modena, Italia, 2019




Estágio Internacional na Eslovaquia, Bratislava, 2019





Em breve mais informação sobre este evento. Com a participação de vários shihans de renome internacional, que acompanharão Saito Sensei.






terça-feira, 5 de junho de 2018

ESTÁGIO DE VERÃO - PORTUGAL 2018

Estágio de Verão
6, 7 e 8 de Julho 2018

Este ano o estágio de verão, que normalmente acontece a meio de Agosto, realizar-se-á de 6 a 8 de Julho, pois esta data já estava marcada para o estágio de Saito Sensei, que entretanto foi transferido para o próximo ano, para a última semana de Maio.

Contornar esta rotunda.
Go around this rotunda.
O estágio será na Aiki En, em Estremoz.

Se forem de carro, ao sair da auto-estrada em Estremoz, virar logo de seguida à esquerda para Estremoz. Subir a pequena estrada até à rotunda de entrada para Estremoz que tem uma estátua. Contornar esta rotunda e sair na terceira saída, em direção a Fronteira/Sousel pela estrada nacional 245.
Continuar por uns 4 quilómetros até chegar a uma antiga passagem de nível de uma linha de caminho de ferro desativada, que fica numa lomba. Ao passar este pequeno monte para o outro lado, continuar por mais uns 200 metros e virar à esquerda num caminho de terra batida que tem uma placa a dizer “Cerca”.
Aqui, virar à esquerda.
Here, turn left.
Continuar em frente até chegar a um aglomerado de casas. Existe um caminho que corta à esquerda, não tomar este caminho. Continuar em frente e contornar as casas até verem um portão no qual está escrito “Horta Grande da Cerca”. É ai.

A Aiki En tem quartos limitados, que serão distribuídos pelos sempai e por senhoras. Os outros praticantes terão de trazer tenda e material de campismo usual, ou saco-cama para dormirem no dojo. O dojo poderá acomodar uns 10 praticantes a dormir.

Além disso convém trazer: repelente de insectos, fato de banho, protector solar, tenugui e chapéu que não impeça o treino com armas, calçado para treinar fora, no campo.

Keikogi, ken, jo e tanken são obrigatórios. Quem tiver, trazer também shuriken.

Durante o estágio todos terão de contribuir para a limpeza do dojo, da casa e casas de banho, ajudar no trabalho rurais, ajudar a cozinhar, a lavar e arrumar todo o material usado durante as refeições, etc.

Há hotéis baratos em Estremoz e também em Borba (cerca de 11 quilómetros) e em Vila Viçosa. 

Em Estrmoz: Hotel Gadanha, Hotel Alentejano, Hotel D. Dinis, Hotel Imperador e a Pousada Castelo de Estremoz, dentro do Castelo, mesmo no topo.

O estágio começa sexta-feira às 18h00 e acaba no domingo às 12h00. 

Sexta feira dia 6  -  Friday
17:00 - 17:45      Inscrições/ registration
18:00 - 19:00      1º keiko - taijutsu
19:15 - 20:15      2º keiko - shurikenjutsu
Jantar/diner e descanso/rest

Sábado dia 7 - Saturday
04:00 – 05:00     3º keiko - aikiken
05:15 – 06:15     4º keiko - aikijo
pequeno almoço/ breakfast
trabalho/ morning work
Viajar para Estremoz para o keiko no hinário Vybe (preço acrescido 3€ por pessoa€).
09:30 – 10:30     5º keiko - tachidori
10:30 – 11:30     6º keiko - jonage
almoço/ lunch no Aiki En.
Treino no Aiki En:
18:15 – 20:30     7º-8º keiko - shurikenjutsu

Festa/ Party
Borrego assado à moda Uruguaia, pelo mestre José Veiga, saladas, acompanhamento de batatas, arroz, etc., vinho, bebidas diversas, sobremesas, café,  pão. 7€ por pessoa, ou menos.

Lamb roasted Uruguyan ration by José Veiga sensei, salads, side dishes, rice, etc., wine, soft drinks, deserts, coffee, bread. 7€ per person or less.

Domingo dia 8 - Sunday
04:00 – 05:00     9º keiko - 31 no kata kumijo
05:15 – 06:15     10º keiko - Kumijo 
 pequeno almoço/ breakfast
trabalho/ morning work
09:45 – 10:45     11º keiko - kentaijo
11:00 – 12:00     12º keiko - kentaijo

Parque para carros será dentro da quinta. Não colocar carros fora.
Parking will be inside the farm. Do not leave cars outside.

Memorial a Morihiro Saito Soke em Iwama

A 6 de maio, realizou-se una grande cerimónia em casa da família Saito, em homenagem ao aniversário da morte de Morihiro Sensei. Este encontro costuma acontecer todos os anos entre os membros da família.

Essa cerimónia, ou “shinobukai” 「偲 ぶ 会」 (encontro para lembrar), foi muito importante este ano, já que é a 17º  em homenagem a Morihiro Saito Sensei.
De fato, na tradição japonesa, o segundo ano após a morte de alguém é contado como o terceiro. Este ano, 16 anos após a morte de Morihiro Sensei, é considerado o 17º aniversário ou “jyunana kaiki” 「十七 回 忌」.

O significado do evento deste ano foi mais profundo, pois [segundo a religião budista] o espírito de Morihiro Sensei alcançou um estado espiritual mais elevado. Por essa razão, o público da cerimônia foi ampliado.

Participaram neste evento pessoas de muitos lugares do Japão, mas também nos Estados Unidos e de Portugal. O público incluía membros da família, estudantes de Morihiro Sensei, velhos amigos, oficiais da cidade, vários dojo chos de Iwama Shin Shin Aikishurenkai e, claro, alguns soto deshi e os uchi deshi.

Éramos mais de setenta pessoas em casa de Hitohira Saito Kaicho, para testemunhar a cerimônia budista liderada pelo sacerdote da família, em frente ao "butsudan" 「仏 壇」 (altar budista encontrado na maioria dos lares japoneses). Este altar foi decorado para a ocasião e muitas ofertas foram colocadas próximo dele.

A casa estava cheia e tivemos de colocar mais bancos no lado de fora para que todos se podessem sentar. Sentámo-nos em silêncio por um momento e a cerimônia começou. Depois de rezar e cantar, o padre convidou a todos a prestarem os seus respeitos, queimando incenso ao espírito de Morihiro Saito Sensei. Neste ponto da cerimônia, pudemos testemunhar o cruzamento de todas as gerações reunidas para este evento. Os anciãos foram primeiro, velhos amigos ou estudantes, depois vieram os filhos de Morihiro Sensei, depois os seus netos e, finalmente, os seus bisnetos. Foi um momento comovente para testemunhar mais uma vez a força do vínculo entre gerações da família Saito, cercada também por gerações de alunos.

Quando a cerimônia terminou, Hitohiro Saito Sensei convidou os presentes a subirem ao Shin Dojo [dojo de Morihiro Saito Sensei], para uma reunião menos formal. Colocaram-se mesas no dojo para a ocasião e foi servida uma refeição, juntamente com bebidas. Uma entrevista de Saito Sensei foi exibida, e os álbuns de fotos da família estavam disponíveis para os convidados os verem.






Todos nós levantamos nossas taças para um grande “Kenpai"「献杯」(“vivas” em homenagem ao falecido) quando Sensei abriu a festa com um discurso. Os convidados foram colocados ao longo de 3 mesas, cada uma para uma geração de estudantes. Hitohira Saito Kaicho sentou-se à cabeceira da mesa dos alunos atuais, ao lado de um convidado especial, Honma Sensei, que viajou de Denver para a ocasião. Havia também um “kagezen” 「陰膳」(mesa para os ausentes ou falecidos), com um copo de saquê para cada membro de uma lista que Sensei anotou.


Muitas lembranças foram compartilhadas durante esta festa, entre antigos alunos ou alunos mais jovens, ansiosos por aprender mais sobre Morihiro Sensei. No seu discurso, Hitohira SaitoKaicho anunciou o fato de que ele oficialmente daria ao seu filho [o presente Waka Sensei e futuro sucessor], o nome de “Morihiro”, durante a celebração do aniversário da fundação de sua organização, no dia 9 de junho.


Escrito por Victor  Detrez, uchideshi de quase um ano e por Nakajima Miki, de Quioto.

Fotografias por Olivier Eberhardt


quarta-feira, 16 de maio de 2018

Memorial do falecimento do nosso nidai Soke, Morihiro Saito Shihan



No dia 13 de Maio, data importante para milhões de portugueses por causa de Fátima, também foi o dia em que o grande mestre Morihiro Saito faleceu.

Neste dia celebramos sempre com uma aula especial em sua honra e, geralmente, é sempre no honbu dojo. Como sempre, depois da aula há sempre uma pequena festa, como é tradição.

Neste keiko  especial, treinámos várias técnicas de morote dori, tais como vários kokyu nage, nikyo, etc. Lembramo-nos do grande mestre ensinar sequências de técnicas de morote dori, sem parar.

Desta vez estiveram presentes somente vários praticantes do honbu dojo e de Estremoz. Contudo, o treino foi intenso e sem parar.

O shomen, organizado pelo mestre Marko Tomatis.
Nesta data também receberam os seus certificados de Nidan, a Carolina Cabrera e o Filipe Carvalho. Muitos parabéns, continuem a treinar. 

Agradecemos ao Marko Tomatis por ter arranjado o shoumen da forma apropriada, inclusive com o keiko gi, hakama e tabi de Morihiro Saito Soke.


Datas como esta são importantes, pois elas ajudam-nos a situar a nossa prática num contexto histórico.

O Kancho Gaku Homma Sensei, esteve presente no memorial em Iwama e escreveu um artigo que pode ser lido aqui.





Treino de morote dori, a mestre Mónica Sousa, 5º Dan e o mestre Jorge Feio, 4º Dan,
também estiveram presentes.


Leitura do certificado de Nidan da Carolina Cabrera.

O Filipe Carvalho a receber o certificado de Nidan

O keikogi, hakama e tabi do nidai Soke, Morihiro Saito.